“O Lobisomen e a Donzela”

A Bel Galeria de Arte inaugura a exposição “O Lobisomem e a Donzela”, do pintor Martins de Porangaba, em que serão apresentadas 35 telas em acrílica, com forte influencia cubista, feitas pelo artista entre os anos de 2005 e 2010, que refletem o lirismo que permeia suas imagens e sua destreza em montar composições pictóricas. O procura do artista, na elaboração de suas obras, é pelo desenho perfeito, pois será esse o determinante do ritmo, do movimento e da estrutura da pintura. Abertura 18 de novembro.

Exposição: “O Lobisomem e a Donzela”
Curadoria: Bel Garcia
Texto Crítico: Enock Sacramento
Local: Bel Galeria de Arte –  www.belgaleriadearte.com.br                            

Rua Paraguaçú, 334 – Perdizes
Abertura: 18 de novembro – quinta-feira – às 19h
Período: 19 de novembro a 17 de dezembro
Horário: 2a a 6ª feira, das 09h às 18h. Sábado, das 09h às 13h.
Nº de obras: 35


Mais detalhes:

O artista plástico paulista Martins de Porangaba, trabalha temas selecionados a partir das possibilidades de composição, e do ineditismo das imagens geradas. As 35 pinturas, em acrílica sobre tela, que fazem parte da exposição são marcadas pelas cores fortes e a presença do ser humano, em meio a casas, árvores e pássaros, com forte referência a estética cubista de Picasso, que o acompanha desde os anos 70, quando optou por deixar a pintura fauvista para trazer à tela relações “perturbadoras” e investigações sobre formas.
O tema da futura série “O Lobisomem e a Donzela” surgiu em 1998, quando Porangaba ilustrou o livro “Os Causos que o Povo Conta”, escrito por Regina Miranda. A figura feminina é elemento necessário em toda a obra do artista desde seus primeiros trabalhos, assim a donzela apareceu ao lado do personagem folclórico também nos desenhos do conto “Um Velho Lobisomem” e, mais tarde, desdobrou-se em uma pintura que serviria de ponto de partida para a nova criação.
Algum tempo depois, em visita a Dinamarca, o artista é intensamente atingido pelas lembranças de sua antiga obra quando nota “o forte erotismo presente naquele país fez a imagem da donzela, de contornos suaves, e o lobisomem, de traços viris, voltarem à minha cabeça” declara. A profundidade de investigação e esgotamento que Porangaba direciona ao seu trabalho não cabe dentro dos limites de uma moldura, o que o levou, mais uma vez, a desenvolver uma nova série “O Lobisomem e a Donzela” entre os anos de 2005 e 2010.
Segundo o crítico Enock Sacramento, inconscientemente Porangaba retrata também a luta universal do bem contra o mal ao colocar frente a frente duas figuras opostas, como o belo e o feio.
Essencialmente um pintor, Porangaba afirma não querer colocar narrativas anedóticas em seus trabalhos, já que a grande questão da pintura é resolver o espaço da tela em branco. Por isso acredita que qualquer interpretação feita pelo observador está sempre certa. “A única coisa que quero é que meu trabalho sensibilize as pessoas e que elas possam sentir toda a carga de emoção que coloquei na minha pintura”, afirma.

O Artista

Nascido em Porangaba, interior de São Paulo, em 20 de abril de 1944, ingressou no mundo das artes em 1962, quando fez sua primeira pintura. No ano de 1967 entrou no curso da Associação Paulista de Belas Artes, até que nos anos 80 torna-se um artista reconhecido ao expor a série “Macunaíma”, inspirada no “herói sem nenhum caráter” de Mário de Andrade. Desde então já participou de mais de 40 exposições individuais no Brasil, Estados Unidos, Portugal, Espanha, Dinamarca, China e França, sendo premiado como artista revelação do ano de 1982 pela APCA.
Tem trabalhos em numerosas instituições tais como; Pinacoteca do Estado de São Paulo, Museu de Arte Contemporânea de Campinas, Centro Cívico de Santo André, Pinacoteca Sambra, Pinacoteca da Prefeitura de Piracicaba, Pinacoteca do Brasilian American Cultural Institute, em Washington, Spor 1 Gallery Remisen Brande, na Dinamarca, Fórum Distrital de Porangaba e em numerosas coleções particulares no Brasil, Alemanha, China, França, Inglaterra, Panamá, Portugal, Suíça, EUA, Venezuela, Dinamarca etc.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: