Festival Brazil – À Procura da Batida Perfeita – Odila Giunta

Festival Brazil – À procura da batida perfeita. 

Gostaria de começar , agradecendo  pela oportunidade  de escrever sobre música brasileira dentro do cenário inglês –  Londres. Cidade onde moro e que se rendeu, já a muitos anos aos ritmos, fusões e suingues da nossa mistura brasileira.

O nome do blog aconteceu não pelo nome da música de marcelo D2,mas porque discutindo música com um grupo de pessoas interessadas chegamos a conclusão de que estamos sempre procurando a batida perfeita, o novo nome da MPB, os novos CDS e as novas misturas que farão as próximas batidas serem perfeitas.

Bom, não só de futebol  e Carnaval  o Brasil faz fama não, a música brasileira tem tirado muita gente de casa para assistir shows e participarem de eventos . E um dos maiores eventos que acontecerá esse ano aqui é o Festival Brazil, que começou dia 19 de Junho e vai até o dia 5 de  Setembro. 

O Festival acontecerá em Southbank  na beira do Rio Tâmisa, e no Barbican Centre, e  tem uma agenda diversa e para todos os gostos.

Música

São muitos os nomes e em diversas áreas. Nomes que representam o Brasil na Europa já a muito tempo, como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Maria Bethânia, Mart’nália, Bebel Gilberto, Os Mutantes + Tom Zé e banda e Céu.

Nomes nem tão conhecidos para alguns brasileiros também farão parte da programação. Quer  dizer para aqueles que gostam de música ao vivo  já  os conhecem:  Anselmo Netto, Aldo Brizzi & Reis, Adrianno Trindade estarão tocando de chorinho a batucada, cada um no seu estilo , o que fará a festa na beira do rio ficar melhor.

Literatura Brasileira

Clarice Lispector abrirá a semana de literatura brasileira que faz parte da programação do Festival, e para falar sobre seus trabalhos o historiador e escritor  americano Benjamin Moser foi o escolhido.  Ele vem estudando Clarice há muito tempo e seu livro sobre ela ganhou vários prêmios.

Arnaldo Antunes que dispensa apresentações virá falar sobre poesia concreta e seus trabalhos.

Talking Tropicália será um outro tema que será debatido pelo músico José Miguel Wisniek, e  David Treece, que é um especialista em Cultura e Sociedade Brasileira.

Cinema e Música

E a sétima arte não podia ficar de fora – Cinema e Música.

Na programação estão:

Os Desafinados –Nos anos 60, cinco amigos formam a banda Rio Bossa Cinco. Eles buscam o sucesso e sonham tocar no Carnegie Hall. Assim, vão para Manhattan e, lá, encontram uma musa, filha de uma brasileira com um americano que volta com eles ao Brasil e se junta ao grupo. O filme é pontuado pelo movimento musical da Bossa Nova e pelo momento político no Brasil. http://www.youtube.com/watch?v=sVp2gYV-zvs

Simonal – Ninguém sabe o duro que dei – O filme acompanha a carreira e a vida do cantor Wilson Simonal. No final dos anos 50, Simonal era um dos mais “quentes” do cenário musical brasileiro. Negro e de origem pobre, conquistou o público na época não somente por sua bela voz, mas principalmente carisma e talento para lidar com o público. Com o golpe militar de 1964, Simonal tornou-se vítima da má sorte, aliada a erros em sua vida pessoal, com um toque de interesses cruzados. Por isso, experimentou um período de ostracismo na carreira artística, retomada de uma forma decadente por volta de 2000, pouco tempo antes de sua morte e muitos após o auge de sua carreira.

http://www.youtube.com/watch?v=SmRJuDs3oLU&feature=related

Loki – Arnaldo Baptista – Documentário. A cinebiografia de Arnaldo Baptista, fundador dos Mutantes, tem sua narrativa costurada por depoimentos emocionantes do artista, enquanto o próprio pinta um quadro emblemático. Embalado por músicas que marcaram época, o filme revela a trajetória de um dos maiores nomes do rock brasileiro.

http://www.youtube.com/watch?v=izGLQUGZZMs

Vinicius – O documentário mostra a vida, a obra, a família, os amigos, os amores de Vinicius de Moraes, autor centenas de poesias e letras de música. A essência criativa do artista e filósofo do cotidiano e as transformações do Rio de Janeiro através de raras imagens de arquivo, entrevistas e interpretações de muitos de seus clássicos.

http://www.youtube.com/watch?v=wKcsVi59oY4

Chega de Saudade  – A trama começa ainda com a luz do sol, quando o salão abre suas portas, e termina ao final do baile, pouco antes da meia-noite, quando o último freqüentador desce a escada. O espectador acompanha, em uma única noite, os dramas e as alegrias de cinco núcleos de personagens freqüentadores do baile. Mesclando comédia e drama, Chega de Saudade aborda o amor, a solidão, a traição e o desejo, num clima de muita música e dança.

http://www.youtube.com/watch?v=nANcvZspC0w

Dois filhos de Francisco – Incentivados pelo pai Francisco, lavrador do interior de Goiás cujo sonho aparentemente impossível é transformar dois de seus nove filhos numa famosa dupla sertaneja, Mirosmar aprendeu acordeão e Emival, violão. Para ajudar nas despesas, os meninos tocam na rodoviária, onde conhecem um empresário que consegue fazer deles um sucesso no interior do Brasil até um acidente interromper a carreira da dupla. Anos mais tarde, Mirosmar volta a cantar, vira Zezé Di Camargo, mas a fama só chega quando se junta ao irmão Welson (Luciano), o parceiro perfeito para concretizar a profecia de seu pai.

Coração Vagabundo Registra a turnê A Foreign Sound, de Caetano Veloso, por São Paulo, EUA e Japão. Além das imagens das apresentações, o diretor Fernando Andrade deixa o músico livre para dissertar sobre a saída de sua cidade natal, o sucesso no Exterior, a relação com Almodóvar e a separação de Paula Lavigne.

http://www.youtube.com/watch?v=uz8tUA-qMdkhttp

Então, se a nós daqui, que estávamos procurando (e precisando) de um Festival perfeito, esse parece ser um.

Visitem o site do Festival: http://www.youtube.com/watch?v=h9bTO55jfl4

Divirtam-se e até a próxima batida.

Odila Giunta direto de Londres